Fernanda Raquel é mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, bacharel em Ciências Sociais pela UNICAMP e atriz formada pela EAD/USP. Atua como artista junto a diferentes coletivos de São Paulo, sempre interessada no trânsito entre diferentes linguagens como o teatro, a dança e a performance. Foi parar no Japão em 2006, onde estudou com mestres de butô como Yoshito Ohno e Akira Kasai, mas percebeu que seu foco seguia para a cena contemporânea. Voltou ao Brasil e passou a participar do Centro de Estudos Orientais (CEO-PUC/SP), quando decidiu articular as aprendizagens do corpo aos estudos teóricos. Como atriz e pesquisadora tem se dedicado a processos criativos experimentais e práticas artístico-pedagógicas. Em 2011 publicou o livro “Corpo Artista – estratégias de politização”, Ed. Annablume/Fapesp. Principais trabalhos: "Valparaiso", com direcao de Carolina Mendonca; “Ato sem Palavras I” e “Sonhei que um Peixe Tirava a Roupa e Ficava Nu” com direcao de Cristiane Paoli Quito; “Amor e Restos Humanos” com direcao de Marco Antonio Pamio; “A Opera do Malandro” dirigido por Iacov Hillel; performace “Viagem ao Centro do Corpo”, em parceria com Ozenir Ancelmo.

N/A